quinta-feira, 28 de janeiro de 2010

Contadora de histórias

Com 0 Comentario
Um pouquinho do meu mundo: noivo, colegas de trabalho, pais,
amigos, cunhada, irmão
e bandas queridas.

Acredito que quase todo mundo que faz um blog não faz nem idéia do que escrever no primeiro post. No meu caso a situação se complica ainda mais porque, até então, não sei nem porque criei um blog. Não sou crítica de cinema, não sei receitas maravilhosas, não entendo muito de moda e nem acho que posso aconselhar alguém. Sei contar histórias... Histórias, em geral, minhas mesmo, vividas na pele, o que me rendeu o apelido de Forrest Gump (quem nunca ouviu falar desse filme, ganhador de 6 Oscars e 3 Globos de Ouro, pode dar uma olhada no link: http://pt.wikipedia.org/wiki/Forrest_Gump).

Forrest Gump ou não, eu realmente me sinto bem contando histórias e sempre tenho uma na ponta da língua, não importa o tema da conversa. Isso faz com que minhas colegas de trabalho (Fabi, Babi e Edy) estejam sempre rindo, segundo elas não de mim (ufa!) e às vezes nem mesmo do que estou contando, mas de como estou contando. Desse meu jeito "contadora de histórias" que vem da forma como fui criada pelos meus pais e avós, contadores natos de histórias, conseguindo transformar qualquer ida à padaria em uma aventura. Um pouco também é reflexo do quanto me diverti e me flagelei, sempre extrema e urgente, em todas as fases da minha vida. Momentos muito bons ou muito ruins sempre dão crônicas hilárias! O que posso fazer?

Talvez o blog O Mundo Royale vá ser uma válvula de escape para minhas memórias, histórias, idéias, urgências e extremismos exacerbados, para os momentos em que parece que o mundo todo está dentro de mim, um mundo só meu, Royale de pai e mãe, me pedindo para contar mais uma história.

+1

0 comentários:

Postar um comentário

Postagem mais recente Página inicial
Tecnologia do Blogger.