segunda-feira, 15 de setembro de 2014

Plus Size

Com 3 Comentarios
Cinco modelos plus size posando para um ensaio

Quem foi que disse que só magras podem trabalhar como modelo? De onde saiu a regra de que só magras são sensuais? Acho ridículo que as pessoas ainda julguem quem veste acima do tamanho 46. Isso é tão ultrapassado, minha gente! Hoje as meninas tamanho 46 não precisam mais se vestir (e se sentir) mal. E o melhor é que elas (e a moda) estão acordando pra isso e chegando com tudo!


Modelo Plus Size Verônica Ferreira, de Uberlândia
Verônica Ferreira, 19 anos, Uberlândia
Atualmente, muitas agências estão se aventurando no mundo da moda plus size e contratando meninas que vestem acima de 46. Ainda funciona de uma forma diferente, em geral. Quando uma menina tem um rosto lindo, mais de 1,70 m e é magra por natureza, cultural e socialmente, pressupõe-se que ela pode ser modelo e muitas moças com esses pré-requisitos procuram sozinhas por oportunidades, agências e castings. Como ainda não criamos uma cultura no que se refere aos tamanhos maiores no Brasil, muitas garotas com potencial para modelo plus size não chegam nem a tentar. Mas o que é preciso pra ser modelo na moda grande?

Pré-requisitos

Modelo Plus Size Giselle Abrão, de Uberlândia
Giselle Abrão, 30 anos, Uberlândia
Como qualquer modelo, a plus size precisa seguir alguns requisitos:
- Ser fotogênica e versátil
- Cuidar bem da pele
- Ter unhas e cabelos impecáveis
- Manter o peso e numeração
- Saber desfilar (em alguns casos).

As agências ensinam algumas técnicas, mas muito é da pessoa mesmo. Eu particularmente acho um luxo, morro de vontade, mas não sei se me sairia bem na frente das câmeras. A gente também deu algumas dicas para arrasar no ensaio fotográfico aqui no blog que compensam a leitura!

Tem trabalho garantido sempre?

Modelo Plus Size Anatália Odete, de Uberlândia
Anatália Odete, 30 anos, Uberlândia
Não exatamente. O procedimento é como o de qualquer modelo: os trabalhos surgem a partir de castings, ou seja, a agência apresenta seu book às marcas, revistas e empresas que buscam alguém com o seu perfil, mas sempre há concorrência. E os trabalhos variam de um ensaio fotográfico para alguma revista a comerciais de TV, então isso vai muito do perfil de cada modelo.

Desencanar é o que há de melhor

Larissa Martins, Heloisa Gomes Dias, Ana Carolina e Kelly Santos, de Uberlândia
Larissa Martins, Heloisa Gomes Dias, Ana Carolina e Kelly Santos: lindas, e desencanadas com o peso!
Ser modelo plus size não faz desaparecer instantaneamente o preconceito das pessoas ou as marcas do passado. Algumas pessoas vão te achar linda e admirar seu trabalho, mas ainda vai existir gente pra julgar, dizendo que “é ridículo uma gordinha ser modelo”. Nossa dica é desencanar. Modelo ou não, se você está sem neuras com o seu corpo, saudável (antes de qualquer coisa) e vive de bem com o espelho, isso é o que importa. Ser autêntica, autoconfiante e feliz, como as lindas que toparam enviar suas fotos pra ilustrar essa matéria. Obrigada, meninas!

Beijinhos,

+1

3 comentários:

  1. Jarlene disse tuuuuudo. parabens e obrigada pelas lindas palavras. E foi um prazeeerrrrr participar desse momento. bjos. Plud

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Saiu anonimo... mas sou eu. Anatalis

      Excluir
    2. Anatalis, a gente também agradece muito por vc ter cedido suas fotos e participado desse primeiro post de muitos dessa linda que é a Nani aqui no blog. Esperamos escrever ainda mais coisas que agradem gente bacana como vc!

      Excluir

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial
Tecnologia do Blogger.