segunda-feira, 15 de janeiro de 2018

Uai Meu Resenha: Dezesseis Som e Ceva

Com 0 Comentario
Dezesseis Som e Ceva

Amor à primeira vista. Foi exatamente isso que senti quando acessei a page do Dezesseis Som e Ceva no Facebook pela primeira vez. As fotos do ambiente (organizado, limpo e bem decorado) e as atrações musicais (de muito bom gosto) fizeram meus olhinhos brilharem. Aproveitando as férias da faculdade, convidei meu namorado, o músico e discente do curso de Letras da Universidade Federal de Uberlândia (UFU) Gonça, pra um happy hour no bar.

Uma publicação compartilhada por Isabella Peixoto (@isabella.royale) em

Essa nossa primeira visita ao pub rolou no dia 10 de janeiro, uma bruta quarta-feira, por volta das 18h. Por isso, acho que você pode imaginar que fiquei espantada ao encontrar a casa cheia e ainda mais ao perceber a diversidade do público, que incluía desde uma galera mais jovem e super rock n’ roll até senhores distintos de boina na cabeça e cartas de baralho ou tacos de sinuca na mão. Uma reunião pacífica de gerações e estilos se divertiam com as atrações do Dezesseis. Adorei!

Espaço interno do Dezesseis Som e Ceva
Espaço interno do Dezesseis Som e Ceva
Como optamos por uma mesa na área externa e estamos em pleno horário de verão, nos preocupamos com o sol, que estava muito forte, mas fomos prontamente auxiliados pela equipe do pub, que baixou um dos toldos, solucionando o problema. Pedimos então uma cerveja Crystal, nossa favorita dentre as mais populares, e ela chegou rapidamente e geladinha.

Porção de Mini Maias do Dezesseis
Porção de Mini Maias do Dezesseis
Pra acompanhar, o garçom nos sugeriu uma porção de mini maias e acertou lindamente. A porção traz, além das mini maias incrivelmente bem temperadas e sequinhas, tomate picado, limão e algumas folhas de alface. Não me lembro de gostar tanto de uma porção desde as iscas de tilápia empanadas acompanhadas de molho de maracujá com pimenta do extinto Vila Udi.

Bem atendidos do princípio ao fim, resolvemos convidar alguns amigos pra uma segunda visita, que aconteceu na última sexta-feira (12). Fui orientada pelo pessoal do Dezesseis a fazer uma reserva, pois a previsão era de reunir um grupo grande de amigos. Contudo, o sistema de reserva só segura as mesas até as 19h e meus amigos só chegariam às 21h. Isso me fez desistir de reservar. Na real, eu entendo a posição do pub, afinal, duas horas com 10 lugares vazios representa um prejuízo pra eles, mas não posso deixar de contar que isso acabou representando um contratempo.

Uma publicação compartilhada por Isabella Peixoto (@isabella.royale) em

Preocupados com essa questão, eu e meu namorado chegamos uma hora mais cedo, garantindo duas mesas no interior do pub, mas pedimos aos garçons que nos avisassem se surgisse espaço na área externa. Eles foram bastante prestativos e acabou dando tudo certo. Entretanto, o atendimento na sexta foi um pouco mais fraco, havendo situações em que o pedido feito não chegou e tivemos que chamar o garçom novamente. Nada que prejudicasse o andamento da noite, mas dá pra melhorar.

Ah! Um ponto alto pra mim foi o fato da equipe do Dezesseis me devolver 15 reais que caíram da minha bolsa e nem eu tinha percebido. Obrigada pela honestidade, pessoal!

No geral, gostamos bastante!

Amanda Cabral


Pausa pra falar da belíssima Amanda Cabral, atração musical da nossa noite de sexta. A bonita segurou um cover Amy Winehouse de tirar um chapéu. Me arrepiou. E não foi a única vez na noite! Brilhante escolha de repertório e uma voz maravilhosa. O mocinho que a acompanhou na guitarra, cujo nome eu infelizmente não sei, também fez bonito. Parabéns, queridos! Amamos.

Avaliação

Ambiente 5
Música 5
Comida 5
Atendimento 4,5 
Banheiros 4,5
Localização 5
Atrações (Sinuca/Mesa para carteado) 5
Preços 4

MÉDIA GERAL 4,75 (Muito bom)


Isabella Peixoto é editora do Uai Meu!, além de revisora, redatora e cerimonialista da Revista AUP!. Bacharel em Jornalismo pelo Centro Universitário do Triângulo (UNITRI), atualmente é discente do curso de Letras com habilitação em Inglês e Literaturas de Língua Inglesa da Universidade Federal de Uberlândia (UFU), atuando como pesquisadora das áreas de Análise Crítica do Discurso e Linguística Forense. Aqui no Uai Meu! ela assina a coluna sobre AterrorISA, onde fala sobre  temas relacionados a terror/suspense/horror/policial/forense.

+1

0 comentários:

Postar um comentário

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial
Tecnologia do Blogger.